5)Na detecção de animais que irão desenvolver doenças de início tardio: para doenças recessivas,

AS    DOENÇAS     MAIS    COMUNS      DO     LABRADOR      SÃO...

A displasia coxofemoral, que ocorre em 12,2% dos cães*

A displasia de cotovelo, que ocorre em 10,3% dos cães*

O colapso induzido pelo exercício, que ocorre em até 4,5% dos cães**

A atrofia progressiva da retina, que ocorre em 1,7% dos cães***

Clique no link de cada doença para entender como avaliar a qualidade do trabalho do criador, ao reproduzir seus animais. Assim você pode escolher adquirir um filhote com mais chance de ser saudável.

Estatísticas de estudos internacionais:

* https://www.ofa.org/diseases/breed-statistics#detail (estatítica dos EUA)

** Minor e cols (2011). Presence and impact of the exercise-induced collapse associated DNM1 mutation in Labrador retrievers and other breeds. The Veterinary Journal 189 (2011) 214–219. (pdf)

** Basso RM e cols (2015) . Ocorrência do SNP c.767G>T no gene DNM1 responsável pelo colapso induzido pelo exercício em cães da raça Labrador Retriever no Estado de São Paulo. Pesq. Vet. Bras. 35(5):486-490 (pdf)

*** https://www.pawprintgenetics.com/products/tests/details/89/?breed=76 (Laboratório PawPrint Genetics)

    CUIDADOS     BÁSICOS   NO     MOMENTO    DA     ESCOLHA    DO     CANIL     


Você deve se preocupar especialmente com as displasias, doenças genéticas mais comuns na raça. Existem maneiras de você avaliar se o criador está realizando cruzamentos que priorizem a saúde da ninhada.

Leia mais aqui sobre a displasia coxofemoral e aqui sobre a displasia de cotovelo

Área do criador