5)Na detecção de animais que irão desenvolver doenças de início tardio: para doenças recessivas,

A  DOENÇA  DE  VON  WILLEBRAND  TIPO 1

COMO IDENTIFICAR O CRIADOR QUE TRABALHA PARA DIMINUIR O NASCIMENTO DE ANIMAIS COM DOENÇA DE VON WILLEBRAND?

Antes de escolher seu filhote, converse com  o criador sobre as maneiras como ele avalia seus cruzamentos com relação a esta doença.

O criador responsável...

... está atento aos sinais clínicos relacionados à coagulação sanguínea diminuída, e consulta médico veterinário para confirmar o diagnóstico da doença. Em caso de confirmação da doença, não reproduz seus cães. 

Muito cuidado com o criador que ...

...cruza os animais de forma aleatória, sem se preocupar com o grau de parentesco bem como com a verificação da predisposição genética do animal que poderá ser um portador silencioso da mutação causadora da doença. Cuidado também com o criador que realiza cruzamentos consanguíneos, pois isto aumenta a chance de nascimento da doença

Vocé é criador, já trabalha da maneira proposta para a diminuição da doença, mas quer fazer mais?

                       Parabéns!

Informe-se aqui,

ou

entre em contato conosco! 

Descrição:

         A proteína chamada fator von Willebrand é essencial para que a coagulação do sangue ocorra normalmente. Na doença denominada “doença de von Willebrand” (DvW), esta importante proteína é produzida em uma quantidade muito menor, o que faz com que alguns animais tenham sérios problemas ao necessitar fazer coagulação para, por exemplo, fechar alguma ferida ou após uma cirurgia. O tempo para que ocorra a coagulação é bastante aumentado, o que em alguns animais não causa problemas tão sérios, mas em outros pode até causar a morte, caso não ocorra atendimento a tempo. Para estes animais, muitas vezes é necessária a transfusão de sangue, ou de plaquetas. Animais com esta doença podem apresentar sangramentos repentinos no nariz, e suas gengivas sangram no momento da perda dos dentes de leite. Existem diferentes tipos de doenças de von Willebrand, e o tipo que afeta a maioria das raças é chamado de tipo 1, causado por uma mutação no gene do fator de von Willebrand (FVW).

Diagnóstico:

          Os sinais clínicos descritos acima levam à suspeita da doença, que pode ser confirmada após um exame de sangue específico para a dosagem do fator von Willebrand, ou, mais recentemente, através de teste genético. 

Para saber mais...

- University of Prince Edward Island - CIDD: http://cidd.discoveryspace.ca/disorder/von-willebrands-disease.html

- Laboratório PawPrint: https://www.pawprintgenetics.com/products/tests/details/157/?breed=114