5)Na detecção de animais que irão desenvolver doenças de início tardio: para doenças recessivas,

Descrição:

         As raças braquicefálicas são caracterizadas por apresentarem um crânio curto, sendo maior na largura quando comparado ao comprimento. Estes cães são caracterizados por uma forma craniana anormal, com pronunciada desarmonia estrutural. Devido a essa desarmonia, ocorrem alterações anatômicas, principalmente no aparelho respiratório superior, resultando em diminuição do fluxo de ar inalado, caracterizando a Síndrome Braquicefálica. Dentre as características que podem ser percebidas, a esteanose das narinas, isto é, a diminuição do tamanho da narina é a mais evidente. A maioria dos animais apresenta os primeiros sinais clínicos entre um e quatro anos de idade, que se caracterizam por respiração ruidosa, ronco, intolerância ao calor e ao exercício, engasgos, vômitos e escoamento da saliva para fora da boca. Agravando-se os sinais em temperaturas ambientais elevadas, exercícios ou estresse, podendo chegar a morte súbita.

voltar para raças