No caso de se decidir por um cão de raça, talvez você já possa ter alguma preferida. Porém, é importante considerar qual raça se ajusta melhor à sua vida e se você será capaz de atender às necessidades desta raça.  

Pesquise muito sobre as diferentes raças antes de escolher aquela que teria mais chance de ser adequada ao seu estilo de vida e à sua casa! Converse com médicos veterinários e tutores, pesquise em mais de um site, já que muitas vezes a informação contida em um único site não necessariamente é a mais confiável. Nossa equipe sugere alguns sites em português bastante interessantes neste sentido:

DICA: pode ser mais frutífero na sua pesquisa procurar

motivos para NÃO TER o cão de alguma raça, do que parar TER ;)

Após se inteirar das características esperadas para a raça, se questione novamente:

?? em minha casa existe espaço suficiente?

?? sou capaz de fornecer a quantidade suficiente de exercício, treinamento e interação com outros cães? Todos os cães necessitam de exercício e interação, mas para algumas raças, espera-se que o cão tenha maiores necessidades. Então, por exemplo, se você trabalha demais, é melhor não escolher uma raça de trabalho, afinal, esta raça foi projetada para atividade física continuada (por exemplo Border Collie, Springer Spaniel, Jack Russer Terrier, Malamute, Akita ou Husky). 

?? tenho recursos financeiros e emocionais para lidar com os problemas de saúde que podem ocorrer neste cão, mesmo que eu tenha escolhido um criador ético? 

Aqui você se informa sobre os principais problemas de saúde de algumas raças.

E lembre-se!

Quanto mais correto é o processo de criação, maior a chance do filhote escolhido ter o "padrão esperado para a raça", tanto com relação a características físicas como comportamentais. 

No entanto, não existe garantia para isto, uma vez que cada cão é um indivíduo diferente!

Leia aqui sobre a importância do pedigree como um meio de aumentar a chance do cão ter o padrão esperado para a raça.

5)Na detecção de animais que irão desenvolver doenças de início tardio: para doenças recessivas,